O IoT chegou aos serviços de campo para ficar

Field Service Management

Tradicionalmente, as empresas que se dedicam a oferecer serviços sobre o terreno atuavam uma vez que se havia produzido os acontecimentos (avarias leves, avarias graves, etc.) A incursão do IoT (Internet das coisas ou Internet of Things) no setor do Field Service significa uma autêntica revolução: altera por completo a filosofia do serviço (de reativa para proativa) e gera novas oportunidades de negócio.

Neste artigo, nós esclarecemos um pouco mais sobre este tema.

IoT

Os sensores, a ponta de lança do IoT no Field Service

Cada vez mais e mais máquinas e dispositivos (desde o maquinário industrial a elementos de nosso âmbito doméstico, como os aparelhos de ar condicionado) se convertem em inteligentes, deixando de ser elementos dos quais desconhecíamos seu estado a cada momento.

Os avanços tecnológicos permitem a incorporação de sensores inteligentes que nos transmite informações em tempo real do funcionamento do maquinário, bem como do estado de seus componentes chave.

O volume de dados gerados graças a estes sensores é um material muito valioso: pode ser comparado facilmente com os valores ideais e, em caso de desvio, facilita que as empresas que oferecem serviços de campo possam atuar com rapidez para evitar situações de maior gravidade (que chegassem, por exemplo, a parar totalmente a máquina).

Benefícios do IoT nas empresas de Field Service Management

As empresas de Field Service Management  que apostam por potenciar o IoT (Internet das Coisas) ao oferecer seus serviços podem beneficiar-se das seguintes vantagens:

  • Aumento da produtividade do maquinário do cliente. O monitoramento do estado das máquinas, graças aos sensores inteligentes, permite controlar o cumprimento dos parâmetros objetivos para seu correto funcionamento, e ajuda a mantê-las em bom estado. A detecção de desvios em tempo real facilita uma reação rápida, que reduz à mínima expressão as paradas registradas.
  • Controle remoto do maquinário. Já não será necessário se deslocar até o lugar onde está a máquina conectada para realizar as verificações rotineiras. Os técnicos executarão estas funções desde um centro de controle, deslocando-se somente quando for necessária sua intervenção. Uma observação: a tecnologia Cisco assegura que até 2020 chegaremos aos 50 milhões de objetos conectados.
  • Orientação do Field Service para o preditivo e proativo. Os sensores nas máquinas facilita o controle contínuo, pelo que é mais fácil prevenir as possíveis incidências antes que estas ocorram. Graças a isso, é mais fácil organizar e planificar as revisões e manutenções.
  • Aumento da competitividade. As empresas de serviços de campo podem otimizar sua atuação, e até mesmo desenvolver soluções informáticas de diagnóstico remoto personalizadas para seus clientes. Graças a isso, podem reduzir os erros ou avarias devido a intervenção humana.
  • Informação detalhada e instantânea para o cliente. Os sensores enviam os dados que facilitam a preparação de relatórios e listagens quase que instantaneamente, assim como seu rápido envio ao cliente. Representa uma importante melhoria da eficiência e da imagem do negócio perante o cliente, além de facilitar o faturamento dos serviços.

Na Task4Work, queremos que você comprove como as organizações de serviços de campo podem se beneficiar destas vantagens e aumentar o valor agregado que oferecemos aos seus clientes.

Basta entrar em contato conosco para começar.

Vamos conversar?

Gostaria de ter mais informações