Ativar ou desativar aplicativos facilmente no Console do administrador

Notícias G Suite

Controlar a configuração de seu domínio e as unidades organizacionais (OU) que ele contém é parte fundamental de ser um administrador do G Suite. Agora o Google facilita esta tarefa com as alterações realizadas na página de configuração de aplicativos do Console do administrador.

Navegar para Aplicativos>G Suite agora mostrará uma lista dos aplicativos principais do G Suite disponíveis em seu domínio com um aspecto mais limpo. Além disso, nesta página você verá um novo painel no lado esquerdo onde você pode alternar entre a administração dos aplicativos à nível de domínio ou de OU.

G Suite Estatus

Se você selecionar uma unidade organizacional no painel esquerdo e, em seguida, colocar o cursor sobre um aplicativo, você verá duas opções:

  • Desativado (vazio): esta opção desativa o aplicativo para a unidade organizacional, anulando a configuração de ativação/desativação realizada no nível da organização principal.
  • Herdar: esta opção utiliza a configuração ativada/desativada designada no nível da organização principal.

Alternativamente, se você clicar na página de detalhes de um aplicativo específico e ajustar a configuração de ativar/desativar para “Ativado para algumas organizações”, você verá um novo layout de página que mostra o estado do serviço com a opção de alterar a configuração. A partir daí, você pode clicar facilmente na parte superior esquerda da tela para retornar à qualquer uma das páginas anteriores no Console de administração.

app-serviceonoff

Com isso em mente, o aplicativo Device Policy agora desabilitará o acesso à aplicativos não críticos*  em qualquer perfil de trabalho ou dispositivo Android de propriedade da empresa que determine que não é compatível. Os usuários verão uma notificação que lhes informará de que seu dispositivo violou uma política de segurança e que alguns aplicativos podem estar desabilitados. Estes aplicativos serão habilitados quando o dispositivo cumprir com todas as políticas de segurança da organização.

* Os aplicativos não críticos são aqueles que não são necessários para que um dispositivo funcione. Por exemplo, o marcador de chamadas é um aplicativo crítico, mas Gmail é um aplicativo não crítico.

Gostaria de ter mais informações